Autor

Arquivo do blogue

Vai-te embora choco


O mexilhão (pescadores lúdicos e populações) manifestou-se. Espontaneamente. Sem partidarismo. A rocha que lhe dá segurança (os autarcas) solidarizou-se. Em defesa das populações e dos territórios. A água que bate na rocha e lixa o mexilhão recuou.

A democracia funciona. A caça, só no limite foi regulada. A defesa dos nossos recursos marinhos é urgente. Porém, sacrifícios e restrições devem ser explicados. O povo percebe. No meio disto aparecem uns sargos, matreiros, grandes defensores do mexilhão que surfam em todas as agitações, não para ajudar à solução mas para agudizar o problema. Os crónicos do quanto pior melhor. Em Lagos, o PSD, com a mesma força que quer derrubar a direcção do seu partido, quer derrubar o Governo. Lançou o ferrado. Como se o partido não tivesse responsabilidade(s) na matéria!

0 comentários