Autor

Arquivo do blogue

O Argolão

O objectivo deste adereço é basicamente igual a de um cesto que se usa para recuperar um sargo, dourada, etc, mas tem uma diferença, um cesto quando desce pela seda abaixo e chega à água, é necessário que o peixe entre dentro e só ai puxamos a corda e recuperamos o peixe, com o argolão não, ao descer pela seda abaixo entra directamente na cabeça do safio na posição que desce e sendo um peixe de garro facilita a passagem entre .....

As minhas bóias

Já há algum tempo que andava a magicar como começar a construir bóias tipo peão para a pesca e enquanto não arranjei um bocadinho para me puder debruçar a sério sobre o assunto, não descansei!Como tal pus mãos à obra e começei por procurar em casas de materiais de bricolage o que era indispensável para elaborar as bóias e que o custo final não fosse demasiado dispendioso, em comparação com as bóias que se adquire em lojas de pesca.

Cesto(em processo)

Construção de um cesto para recuperação do pescado em certas situações......

O Argolão

Pois é, como ando com saudades de ir fazer umas pescas ao peixe de garro e uma vez que foi nesta vertente que começei a ter o meu primeiro contacto com uma cana de pesca, decidi fazer um acessório muito útil que ajuda a puxar aqueles barrotes com mais de dois quilos para cima. Sim, porque para quem não faz ideia de como este tipo de pesca se pratica, imagine o que é estar a pesca duma altura considerável e tiver o "azar" de engatar um barrote na casa dos oito quilos, de certeza que a puxar o sedelão à mão para cima vai custar bastante e com este adereço, a tarefa fica muito mais facilitada.

O objectivo deste adereço é basicamente igual a de um cesto que se usa para recuperar um sargo, dourada, etc, mas tem uma diferença,  um cesto quando desce pela seda abaixo e chega à água, é necessário que o peixe entre dentro e só ai puxamos a corda e recuperamos o peixe, com o argolão não, ao descer pela seda abaixo entra directamente na cabeça do safio na posição que desce e sendo um peixe de garro facilita a passagem entre os quatro espigões que estão direccionados ao centro e impede que o mesmo saia na direcção contrária espetando-os na cabeça do safio e ai toca de puxar a corda e recuperá-lo.





Para fazer este acessório não é preciso gastar muitos
aéreos, basta conseguir arranjar ferro de obra de 6mm e um bocado de uma vareta em aço de 4mm e depois é meter mãos à obra.


É necessário também ter alguns conhecimentos de
soldadura, pois não é fácil se nunca soldou, conseguir efectuar este trabalho sem ferir a vista com o clarão do eléctrodo, por isso é aconselhável pedir ajuda a entendidos na matéria.



Medidas:
4 varas de ferro 6mm com 28cm
1 circulo de ferro 6mm com 24cm de diâmetro
1 circulo de ferro 6mm com 6cm de diâmetro
4 varas de aço de 4mm com 10cm
2 peças em chapa para fechar o argolão



Existe a opção de fazer isto tudo em inox, mas ai o custo também será mais elevado em relação a este. Por fim, é aconselhável dar um tratamento de zinco principalmente nas soldaduras e pintar o argolão com uma tinta que seja à prova de àgua salgada e voilááááááááá´!!!




Existem outros tipos de argolão que até dão para ajudar a tirar peixes de escama de grande porte, mas este é somente para o safio.


Um abraço

Revista "O PESCADOR"

Caros amigos, a edição de Dezembro d'O PESCADOR já está à venda!

Nesta edição:
• Conheça os segredos dos pescadores de topo… em todas as técnicas!
• Veja os mapas detalhados de alguns dos melhores pesqueiros da costa alentejana
• Domine a pesca aos sargos e a manobra de fundear