Autor

Arquivo do blogue

O Argolão

O objectivo deste adereço é basicamente igual a de um cesto que se usa para recuperar um sargo, dourada, etc, mas tem uma diferença, um cesto quando desce pela seda abaixo e chega à água, é necessário que o peixe entre dentro e só ai puxamos a corda e recuperamos o peixe, com o argolão não, ao descer pela seda abaixo entra directamente na cabeça do safio na posição que desce e sendo um peixe de garro facilita a passagem entre .....

As minhas bóias

Já há algum tempo que andava a magicar como começar a construir bóias tipo peão para a pesca e enquanto não arranjei um bocadinho para me puder debruçar a sério sobre o assunto, não descansei!Como tal pus mãos à obra e começei por procurar em casas de materiais de bricolage o que era indispensável para elaborar as bóias e que o custo final não fosse demasiado dispendioso, em comparação com as bóias que se adquire em lojas de pesca.

Cesto(em processo)

Construção de um cesto para recuperação do pescado em certas situações......

Agora tá bem sim....!!!!

Hoje para variar, a seguir ao trabalho arrumei a trouxa e ála .....a caminho da costa para ver se dava pra "spinar".

Cheguei á zona olhei e as indicações eram boas (para quem está com a febre toda, as condições são sempre boas.. hehehe), excepto este vento forte do quadrante norte que parece que veio para ficar. Mas lá fui eu, engatei um passeante e zás pra dentro de água, lançando...lançando e nada, resolvi mudar de poiso.

Lá ia tentando a sorte sempre com aquela esperança e num lançamento efectuado, algo investiu na amostra mas falhou e a adrenalina começava. Lançei novamente para a mesma zona e levo uma mocada na amostra e senti que algo ficou lá.

Era um robalete pequeno sem medida que veio dizer que os pais tinham saido e que de momento só estava ele.....foi devolvido ao seu habitat, após eu lhe tirar esta foto que ficou como recordação......... pode ser que um dia o volte a encontrar com mais uns quilinhos, quem sabe!!!




Um abraço e até uma próxima.

Nada mal, para estreia......

Pois é, hoje como tinha disponibilidade deu-me na tola pegar no material de spinning e resolvi dar uma volta pela costa, para ver como eram as condições para esta modalidade.

A água estava meio tapada com muitas algas á superficie, o que não era bom sinal, o vento de sudoeste fazia-se sentir com alguma intensidade e começei logo a pensar que devia ter ficado em casa, mas como já tinha chegado até ali, não custava nada experimentar, ao menos ficava com o cheiro da maresia na venta e assim foi....
Era final do dia, a maré vazava e por isso tinha umas poucas horas até ficar a seco. Procurei uma pedra ilhada mais alta e pus-me lá em cima....... a fraca ondulação impedia-me de animar a amostra como pretendia, mas depressa fui-me habituando a coordenar os movimentos consoante o mar me deixava......... e ao 2º lançamento levo uma mocada na amostra e fiquei a pensar se estava a ver bem!!!!!.... quando a cana começa a trabalhar, pensei " já está" e fui trabalhando o peixe, era uma avária com 600gr......nada mal, para estreia.




A alegria em mim, era de tal forma que andava com água até á cintura e nem me lembro se a água estava fria ou quente!!!
Coloquei o peixe numa poça e fui outra vez á carga, na esperança de aparecer uma parecida ou um primo dela...... e depois de ter feito uns 3 lançamentos, levo outra mocada que me leva a amostra....... este puxava mais um bocadinho e tive que trabalhá-lo com o drag.... era uma avária com 900gr.




Ainda fui á procura de um primo que pudesse andar por ali, na esperança de encher de adrenalina, mas a pesca estava feita.

Sinceramente..... fiquei bastante contente pelo resultado, pelo facto de estas serem as minhas primeiras capturas no spinning. Espero que venham mais momentos destes!!!! Um abraço.