Autor

Arquivo do blogue

Momentos da manifestação contra as portarias em Sagres

Esta imagem ilustra bem o impacto que se esperava para esta manifestação, os carros provocaram uma fila de 10km ao longo da nacional 125



Centenas de carros de carros em marcha lenta


À entrada de Sagres


Aqui, os Presidentes das Cãmaras de Vila do Bispo e Aljezur numa entrevista para a RTP


O nosso amigo Diniz Ermida a entrevistar um pescador local

Um exemplo da dimensão desta manifestação

Um cartaz com um slogan que expressa bem o sentimento da população

Este senhor de camisa branca em conjunto com o Sr. António Mendes deram voz á manifestação e explicaram os pontos pelos quais os pescadores se mostram revoltados e tristes




Neste movimento, além dos pescadores que marcaram presença na sua maioria, também estiveram presentes os presidentes das câmaras de Vila do Bispo e Aljezur, e os deputados Mendes Bota (PSD), eleito pelo Algarve, e José Soeiro (PCP), eleito pelo círculo de Beja, assim como propriétários de lojas de artigos de pesca do Algarve e Alentejo, revistas de pesca, orgãos de comunicação social e também muitos populares que mostraram a sua solidariedade para com os pescadores.



Noticias relacionadas:


Algarve: Mais de três mil pessoas protestam contra restrições de pesca na Costa Vicentina


Pescadores protestam contra portaria


Costa Vicentina: três mil pessoas protestam contra lei que restringe actividade piscatória





ISTO SERVIU PARA MOSTRAR QUE TEMOS O DIREITO DE NOS MANIFESTAR POR AQUILO QUE NÃO ACHAMOS CORRECTO, OU SEJA AS PORTARIAS 143 E 144/2009



Um abraço


2 comentários

Anónimo

Estas cabecinhas pensadoras, tão imaginativas, se trabalhassem em projectos para criar empregos, a estudar como aproveitar as 200 milhas marítimas que dão a Portugal um território enorme, não estariam deste modo melhor aproveitadas?
Andaram a fazer portarias e a pensar como chatear o cidadão ( aqui tanto pode ser o pobre para arranjar uma comidinha para a família, ou um rico ou remediado para se distrair) que lhes paga os vencimentos com os impostos que suporta.
Esta gente mandadora já viu ou imaginou o que vai fazer uma pessoas desesperada, sem emprego e sem esperança com tamanha restrição?
Mas cabe na cabeça de alguém decente e com juízo ser tão MESQUINHO ao ponto de se proibir a pesca desportiva ou mesmo que seja para comer, à linha, com um ou um mesmo um cento de anzóis no MAR, no MAR?
Será melhor ir roubar?
O sr. Eng. Sócrates se fosse um homem com sentido de Estado já tinha corrido com gente assim.
Só nada digo do Sr. Presidente da República porque as Portarias não passam por ele. Mas sabedor deste descontentamento popular passa a ter o dever de lembrar ao PM que deve pôr ordem no seu governo.
Aristides Cordeiro

Américo Neves 16/02/09, 21:21

Boas Aristides Cordeiro

"Mas cabe na cabeça de alguém decente e com juízo ser tão MESQUINHO ao ponto de se proibir a pesca desportiva ou mesmo que seja para comer, à linha, com um ou um mesmo um cento de anzóis no MAR, no MAR?
Será melhor ir roubar?"

De facto, essa sua última expressão mostra claramente um sentimento de revolta, que eu e muitos também partilhamos!!
Por vezes é o que apetece responder a quem elabora leis destas!
Não sei qual é a ideia dessas "cabeçinhas pensadoras", mas se pensam que estão a contribuir para algo enganam-se!!

Isto só espalha e alimenta mais revolta por parte dos que ficam lesados, neste caso dos pescadores!

Mas.....vamos esperar para ver, o povo já se afirmou e mostrou, agora é a vez deles porem a mão na consciência!!

Um abraço