Autor

Arquivo do blogue

Controverso defeso

Agora que começou o defeso no PNSACV e passado quase um ano após a publicação da Portaria n.º 143/2009. D.R. n.º 25, Série I de 2009-02-05, muito se comenta sobre a mesma. É sabido que quem as fez não ouviu os locais nem se baseou em dados que estatisticamente existem e estão totalmente acessíveis para qualquer pessoa consultar, simplesmente apresentaram sem fundamento nenhum argumentos para que a mesma fosse elaborada de qualquer forma, era esse o objectivo, ponto final.
E pergunto eu, quem é que conhece esta portaria e os pontos nela referidos?
Sim, é certo que para quem navega neste mundo virtual, facilmente sabe do que se trata, mas para aqueles que nem sabem o que é a Internet, decerto que não têm a mínima noção do que esta portaria permite ou proíbe, onde e quando!!! Os que sabem ouviram em lojas de pesca, de isco, de marisco, etc, mesmo assim pelo modo como está escrita, muitos têm dificuldade em interpretá-la!!
Á dias fui a uma loja de marisco comprar isco para a pesca e vieram-me dizer que esteve lá um cliente a teimar com o dono da mesma que "só era proibido pescar os sargos normais, aqueles que têm pinta amarela ou os da areia é que eram permitidos", é um bom exemplo do que as pessoas sabem sobre esta portaria.
Muitas vezes costumo imprimir páginas ou na totalidade sobre a mesma para entregar a pessoas conhecidas e amigos que não têm como aceder a essa informação.
Mas para que fique bem claro o defeso ao sargo aplica-se ao sargo comum (diplodus sargus) quer ele tenha pintas amarelas ou seja da areia (com tonalidades mais claras) e á safia (diplodus vulgaris), apenas estes e no período de 15 de Janeiro até 15 de Março.



Deixo aqui um aviso para aqueles que tentem pescar na área do PNSACV:
a policia anda lá em cima do pessoal á força toda, porque muitos já ficaram sem o arsenal todo e segundo o que me disseram á pouco, mandaram vir reforços só para patrulhar os pescadores, por isso não arrisquem.


Um abraço

4 comentários

António Matos 17/01/10, 23:35

Boas Américo obrigado por seres mais um a partilhar a informação que para muitos ainda é difícil de entender.

Para os que chegam agora a esta modalidade desportiva o melhor que podem fazer é ler bastante e informarem-se sobre as espécies que podem capturar ser pescador desportivo não é apenas jogar a chumbada para dentro de água e esperar que aquele bicho com barbatanas e escamas se agarre ao anzol.

Vão ser 2 meses difíceis para muitos que fazem da pesca o seu desporto.
abraço e quem venham melhores dias de faina.

PêJotaFixe 17/01/10, 23:36

Amigo Américo,
É triste mas é verdade. Estamos num pais terceiro mundista onde é mais fácil proibir o pequeno que não prejudica e autorizar o grande que provoca danos irreversiveis. Basta ver os barquinhos de 6/7mts a sairem debaixo de temporal para largarem as proibidas "redes alvoradas" e a Marinha em terra com barcos de mais de 15mts! Já para não falar no fechar de olhos quando os barquinhos chegam a terra carregados... Infelizmente nós, Algarvios e Alentejanos, nascemos no sitio errado porque o defeso só nos afecta a nós Portugueses de 2ª!
Para terminar, gostaria de acrescentar à lista de proibições a pesca do Bodião.

Abraço e saudações piscatórias

AcsNeves 18/01/10, 19:28

Boas António

"Boas Américo obrigado por seres mais um a partilhar a informação que para muitos ainda é difícil de entender."

É verdade António, nos dias de hoje ainda existe muita falta de comunicação e a que há, não está no melhor português, a mim não me custa nada facultá-la, até porque para aqueles de mais idade que apenas praticam este hobbie para passar o tempo, é dificil obtê-la já para os mais novos a informação é útil, para começar a saber onde pisam e para não serem apanhados desprevenidos pela PM, não há nada como ajudar.

Enfim, é mais uma(porcaria) que temos de aguentar!!

Um abraço dos Algarves

AcsNeves 18/01/10, 19:49

Boas paulo

Então não sabias?? "Quem se lixa é sempre o mexilhão", está mais que certo.
As redes alvoradas e os aparelhos ali junto às falésias, que estão à vista de qualquer um, não conta, só não vê quem é cego!! Eles é que são os prós e não é preciso controlar e a nós cravaram-nos com uma licença que só é fiscalizada na época do defeso, com medo que o peixe acabe, só visto!!

Para mim a pesca é acima de tudo um hobbie onde ao fim-de-semana liberto todo o stress do dia-a-dia, é uma forma de terapia, mas enfim....portugueses de 2ª, somos nós assim como tu dizes, que ainda temos de aturar estas burocracias.

Um abraço