Autor

Arquivo do blogue

Pesca "Fenomenal"

No sábado como combinado com o meu amigo Pedro C(T)osta, fomos tentar a nossa sorte ás meninas de testa dourada, porque já tínhamos ouvido rumores de algumas capturas destas maganas aqui bem perto e como tal, lá fomos nós!!!
Com aquele tal isco bem rijinho que fomos apanhar na quarta-feira, ás 05h30m da madrugada foi a hora marcada para a passagem na minha casa, para me dar boleia.

Chegádos ao pesqueiro, havia já dois companheiros que tinham ido fazer um bocado da noite também para tentar a sua sorte ás maganas, mas elas não apareceram!!!
Quando começou a amanhecer, o céu mostrou-se encoberto e havia a possibilidade de levarmos uma molha, mas como quem corre por gosto não cansa, toca de montar o arsenal e depressa foi chumbadas para dentro de água.

Ao fim de umas boas horas, depois de fazer um bom relâmpago lá ao fundo veio um vento quente e como estávamos quase a dormir porque não sentíamos nada, comecei a ouvir uns estalitos do lado de uma cana minha. Levantei-me a pensar que tinha um peixe a puxar-me a linha e que a bobina estava a cantar muito lentamente!!!!!!

Quando olhei para a bobina do carreto, verifiquei que a mesma estava parada, mas os tais estalitos, não paravam de se ouvir e como o Pedro estava ao pé de mim, ainda pensei que estava a brincar comigo com alguma coisa que tinha no bolso, mas não!!!!
Qual não é o meu espanto, quando olho para o suporte!!!!!! Estava a passar faiscas entre a cana e o suporte da mesma e cada vez intensificava-se mais a cadência e depressa todas as canas inclusivé a dos outros companheiros que lá estavam, também começaram a fazer o mesmo!!!!!!

Fiquei estupefacto com tal fenómeno!!!!! Nunca tal na vida me tinha acontecido e ainda bem que tinha a câmara comigo para o puder comprovar. Julgo que teve a ver com o relâmpago que fez, mas não sou a pessoa mais entendida nessa matéria.

Aqui vos deixo o vídeo com o fenómeno(reparem bem nas faiscas):





Como dizia o Fernando Pessa " E esta hem?"


No final só o Pedro é que se safou com um ruivo e uma dourada que pesou 1,300kg



Um abraço

6 comentários

Anónimo

Américo, bela douradita,estranho essa situação das faiscas, já pesquei com trovoada relativamente perto, e nunca tinha visto nada assim.
Eu no Sábado tb fui até aos Algarves..hehehe, tive na ria do Alvor, apanhei uma mais pequenina, com cerca de 600/700g.Domingo de manha fui até á marina de Albufeira e tentei a minha sorte la no molhe, mas nada, 3 horas sem um toque, no entanto andavam por lá a dizer que têm saido por lá umas quantas na ordem dos 2kg, e este ano já sairam umas bem maiores na zona da Meia-Praia.
Desculpa a minha ignorancia, mas essa praia onde ocorreu o fenomeno das faiscas, foi na praia do Carvoeiro?

Saudações do Alentejo
Rui Duarte

Américo Neves 13/05/09, 20:47

Boas Rui Duarte

Pois, para mim também foi um fenómeno sem explicação.
As douradas t~em saído por toda esta costa e alguma são verdadeiros troféus(5/6kg).
O local foi dentro do rio, bom spot para elas.

Um abraço dos Algarves

Sargollini 13/05/09, 22:01

Impressionante Américo

Também nunca tinha visto e já pesquei debaixo de grandes trovoadas...


Um abraço
Sérgio

Anónimo

A policia maritima, não vos diz nada por pescarem no rio???

Abraço
Rui Duarte

Américo Neves 16/05/09, 16:07

Boas Sérgio

É verdade, foi mesmo muito invulgar, este foi um daqueles momentos para mais tarde recordar!!

Um abraço

Américo Neves 16/05/09, 16:09

Viva Rui

Até á data ainda nunca fui abordado e sinceramente ainda não li bem o que diz a lei, mas nas praias sem consseção julgo que se pode pescar, até o começo da mesma.

Um abraço